Pesquisar este blog

quarta-feira, 12 de novembro de 2003

Já que eu estou cheio e questões intrigantes ultimamente, vamos a mais uma. Dessa vez a questão é: porque a câmera fotográfica digital fez sucesso (e muito) mais depressa que o player de MP3? Porque o player de MP3 ainda não pegou? E quando eu digo "player de MP3" estou me referindo ao player só de MP3, do tipo que tem HD dentro, não aqueles players de CD ou DVD que incluem MP3.

O player de HD é tão revolucionário que se virasse moda certamente iria mudar radicalmente toda a indústria fonográfica e o modo como as pessoas ouvem música, e já existe e é relativamente barato faz um bom tempo. Porque então será que ainda não fez o sucesso que deveria estar fazendo?

Eu cometi um erro enorme ha alguns anos atras achando que o player de MP3 iria fazer um sucesso maior e mais rapidamente que a câmera digital. Afinal o grande problema que geralmente atravanca essas mudanças é a cultura das pessoas. Eu vejo como uma tarefa muito mais difícil convencer as pessoas a verem fotografias na tela do computador e imprimi-las por um preço alto ou com qualidade ruim (o que está aos poucos deixando de ser realidade) do que ouvir música do mesmo jeito que sempre se ouviu música, só que em formato de arquivo. Talvez as duas coisas deveriam ter pelo menos avançado paralelamente.

MAs não é o que aconteceu. Por incrível que pareça aos olhares críticos, a câmera digital parece já estar sendo mais usada que a convencional. Onde você vai você vê pessoas olhando pra telinha de cristal líquido da câmera ao invés do diopetro (a janelinha que enquadra a foto). E isso porque ha menos de 1 ano atras as pessoas se assustavam ao me ver tirando fotos com câmera digital. Eu ouvia os comentários "ué... isso é câmera de filmar ou é fotografia???".

Eu tenho certeza de que o player de MP3 com HD -que é inclusive mais barato que a câmera fotográfica digital- tem um potencial de revolucionar o mercado e o uso da música muitas vezes maior que a câmera digital teve de revolucionar o mundo da fotografia. Qual seria o motivo então pra isso ainda não ter acontecido???

Interessante, mas o fato é que todo mundo já CONHECE câmera digital mas a maioria ainda está totalmente alienada quanto a players de MP3. Eu vejo até mesmo pessoas que usam MP3 no computador toda hora e que simplesmente não sabem da existência dos players de HD ou sabem muito pouco a respeito deles. Alguns acham que é tão caro quanto um automóvel, outros que não se trata de um HD dentro dos players, outros ainda não pararam pra pensar no que um player desses significa.

Qual a conclusão que cheguei então? A resposta está na alma do negócio.

Eu não tenho TV a cabo (meio que por opção), mas assisto as vezes na casa de outras pessoas e percebi que já a um bom tempo tem havido uma grande quantidade de boas propagandas (do tipo que enganam bem os consumidores) a respeito de câmeras digitais. Tem por exemplo aquela que mostra uma mulher imprimindo um panorama composto de diversas fotos e dizendo algo como "se é possível porque não fazer?". É isso que falta ao player de MP3 com HD, mostrar para o consumidor comum o quão revolucionário ele é (e neste caso nem precisa enganar ninguem).

Bom, talvez não seja do interesse de uma Sony, por ela ser uma gravadora além de fabricante de players desse tipo...

terça-feira, 11 de novembro de 2003

To vendo no Jô o pessoal falando de TV digital dizendo que o grande diferencial do sistema brasileiro será o acesso a Internet e o fato de ser popular. E dizendo também que o sistema é adequado a realidade brasileira porque não temos muita gente com TV a cabo.

Ei! mas como é que se vai dar uma TV interativa e com Internet SEM uma rede de cabos????????????????????????????????

Procurei em sites por aí e até agora não me convenci viu.... (e não encontrei a resposta a pergunta acima)

Será que o próprio governo vai prover a rede de cabos? (logo, nosso pobre dinheirinho)

Será que o povão não vai ter mesmo que pagar uma baita assinatura mensal o que certamente tiraria o caráter popular da coisa?

Será que isso não passa de promessa de político???

Será que é preciso mesmo ter um sistema próprio?

Até agora só enrolaram muito...
Uma questão me intriga ha um bom tempo. Não leia se você tiver cabeça fechada pois já notei que tem gente que insiste em achar que o mundo é ideal e que todas as coisas funcionam do melhor jeito possível, como se novas idéias não surgissem a toda hora. A questão é:

PORQUE PALM-TOPS NÃO TEM HD DENTRO??????

16, 64MB????? Isso é simplesmente ridículo!!!

HD é BARATO, e já é amplamente utilizado em players de MP3. O Ipod da Apple por exemplo vem com 20 ou 40GB de HD, é levíssimo e é quase do tamanho de uma fita cassete! E vem com vários utilitários alem de tocar MP3.

Imagine quantas novas utilidades poderia ter um Palmtop com um HD dentro!

Não há o menor sentido em não se dotar os Palmtops de HDs. A não ser que seja um "complô" pra não competir com o mercado de Laptops............

Mas nem que os players de MP3 comessem a ter cada vez mais funções e ultrapassem a utilidade de um Palm, isso há de não durar muito tempo....

quinta-feira, 6 de novembro de 2003

Um novo post demorou mas antes tarde do que nunca né?

Estou viciado agora em softwares sequencers/samplers/synthesizers. Como tá difícil arrumar uma banda pra eu cantar, me empolguei ao saber que o meu computador pode praticamente substituir os instrumentistas. E pode mesmo! Uma das coisas que eu li por aí é que o PC é atualmente melhor que qualquer sampler/sequencer/synthesizer por hardware (aqueles equipamentos pesadões que são usados em estúdios e pelos DJs) que existe, mesmo os mais caros!!! O motivo é simples: software tem muito mais flexibilidade que hardware e o PC já vem "naturalmente" com um baita HD dentro, que é a base do sampling, a memória. Outro fator chave é a velocidade dos processadores que finalmente viabilizou este tipo de aplicação profissionalmente falando. É realmente incrível o nível que já se chegou. Existem samplings de instrumentos individuais em um CD inteiro. Isso mesmo, cada CD, um instrumento. Isso significa que todas as notas de um piano por exemplo, e suas variações como forte, fortissimo, pianissimo, etc são sampleadas (gravadas direto do instrumento real) individualmente e o resultado é que é praticamente impossível dizer que é um computador que está tocando nota por nota. A coisa vai muito alem dos arquivos MID que estão espalhados pela Internet. Existem simuladores de equipamentos aonde você pode até mesmo plugar e desplugar os "cabos virtuais" que fazem as conexões entre os mixers, sequencers, samplers, equalizadores, baterias eletrônicas, efeitos, etc, tudo virtual!

Qual é o equipamento real e palpavel necessário para fazer tudo isso? Um PC com placa de som. :-)

Os softwares também permitem gravar e mixar facilmente a entrada de microfone enquanto toca o "sonzaço" no fundo de modo que em breve pretendo postar alguns MP3 com a minha voz :-)

Aguardem....