Pesquisar este blog

sexta-feira, 25 de março de 2005

Feriado... Estava pensando sobre nostalgia. Claro que eu, com 32 anos, tenho muita nostalgia relacionada aos anos 80. Caramba outro dia assisti o filme DE REPENTE 30! Se você beira esta idade, ASSISTA! A moça (linda alias. Fiquei apaixonado) dançando ao som de Thriller não tem preço!

Nós temos eu diria uma certa sorte pois os anos 90 foram meio fracos e o que vigora até hoje são os 80. A maioria das pessoas (se não todas) numa festa que eu fui outro dia eram mais novas que eu e mesmo assim o que mais rolou foi 80s.

Agora, década que eu tenho quase certeza que vai deixar MUITA saudade é essa de agora, dos anos 2000. Rapaz... Geralmente a gente só percebe que era feliz muitos anos depois, mas é que eu me dei ao luxo de fazer uma análise um pouco mais fria dessas coisas e tudo indica que vivemos em uma década e tanto, cheia de coisas "do tipo" que trazem saudade.

Não sei se vão concordar, mas cada década tem sua "característica marcante", como por exemplo os anos 60 poderiam ser lembrados como "a década da rebeldia", e os 70 a do "disco-dance". E as demais décadas? Aí vai minha opinião: 80 é, não tem jeito, "lixo cultural", mas um lixo que traz saudades. 90 seria a década do "cyberespaço", pela vinda fenomenal da Internet comercial e também da obrigatoriedade do uso de micro-computadores em casa, e os 2000 seriam os anos marcados pelo "reality show", ou "realidade paralela", que no fim das contas dá no mesmo. São filmes como Matrix e os programas como BBB o que eu acho que mais deixou marcas dos anos 2000. Embora isso de reality show não seja lá muito cult, eis uma das coisas que penso que trará muita nostalgia no futuro, vide minha experiência com os anos 80. Mas há outras coisas como o terrorismo de Bin Laden e suas consequências que, perversamente, trarão "saudade", pode apostar. Também o MP3 que ainda está por crescer, a vinda da câmera fotográfica digital, a escalada do DVD, a banalização dos atuais celulares, entre outros.

Portanto aproveite o fato de estar vivendo esta década. Amanhã você vai querer voltar pra ela.

Nenhum comentário: