Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de agosto de 2006

Nova interface do Office? Windows Vista? Coisas do passado...

Complementando meu post anterior, declaro aqui que não estou me importando com as tentativas da Microsoft de manter seus velhos e seguros métodos de ganhar dinheiro. O Windows Vista no meu ver já vai nascer arcaico. Vejo a nova interface do Office como uma tentativa desesperada de manter o software em pacote de pé. A Microsoft se mostra claramente relutante em relação aos inevitáveis novos tempos. A empresa manteve o Internet Explorer inalterado por tempo demais, e agora com o IE 7 se limitou a acompanhar o Firefox, apenas para não ficar para trás. Ora, o browser como ele é até hoje é um software relativamente simples, que já poderia estar muito mais evoluído, não fosse a clara intenção (na minha opinião, é claro) da monopolista de mantê-lo parado no tempo, para que os mentores da Web 2.0 não se empolguem muito e o inevitável demore mais para acontecer: o fim do software em pacote, galinha dos ovos de ouro da Microsoft desde os seus primórdios. Sendo sua vontade ou não, a Web 2.0 explode, e, agora, a Microsoft tenta de todas as formas se mostrar "antenada", inclusive anunciando a substituição de Bill Gates por um cara famoso por suas iniciativas voltadas para a nova era. No entanto essas iniciativas tentam convencer que o caminho é uma integração entre o desktop e o online, e não a substituição completa de um pelo outro, o que apenas representa ainda mais atraso na evolução. E essa visão agrada a muitos, pois é fácil perceber que toda novidade sempre enfrentou resistencia  de grande parte das pessoas, inclusive das que trabalham com tecnologia. Foi assim na transição do mainframe para o micro, do DOS para o Windows, do filme para o digital, do CD para o MP3, etc.

Muitos só aceitam as coisas depois que elas são "mainstream". Resistem enquanto podem, se apoiando em novas caras para as mesmas velhas fórmulas, só para não terem que mudar de verdade. Já eu prefiro ser vanguarda da vanguarda. É a escolha de cada um. E por isso prefiro me ligar nos sites Web 2.0 que pipocam a cada dia do que me preocupar em baixar o último beta do Windows Vista, que mesmo assim eu baixei e achei legal, mas sinceramente me passou uma imagem de coisa desgastada. Esse peso de gigabytes nos nossos HDs, milhares de arquivos sendo obscuramente copiados e instalações demoradas já teve seu tempo. Não me importa mais as picuinhas de "features" que a Microsoft vai manter ou retirar da versão final do Windows Vista. Seja bem vinda a cara limpa, simples e funcional da Web 2.0. 

Um comentário:

thiago disse...

Tbm acho que a interface nova do Office 2007 é uma tentativa desesperada da Microsoft em continuar líder no mercado de software.
O Google e outras empresas web 2.0 estão dando muito trabalho para a Microsoft, que demorou muito para perceber que o futuro estava em programas na internet.