Pesquisar este blog

quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

E depois da Web 2.0?

A tal da "Web 2.0" mal começou e eu já estou apostando fichas na interface que virá depois, que estou cada vez mais certo de que será mesmo o 3D. Alias a alavanca será justamente a Web 2.0 e toda a sua natureza colaborativa. Hoje temos por exemplo softwares de edição de documentos colaborativos, aonde o que um usuário digita é quase que instantaneamente visto por outro usuário, como no caso por exemplo do Google Docs. Essas coisas mal começaram a serem usadas de verdade, mas talvez seja até mais fácil elas "darem certo" se isso for feito em um mundo virtual em 3D, aonde você "vê" esses usuários que estão colaborando com você em um mesmo projeto. Ocorre que quando você edita um texto de maneira colaborativa sem ver a pessoa, as letras aparecem "magicamente" na tela enquanto alguém do outro lado digita, dando a impressão de que estão "vindo do além". A sensação é um bocado estranha, além de ser difícil saber quem exatamente está digitando, já que podem ser vários colaboradores ao mesmo tempo. O caminho evolutivo das interfaces sempre foi tornar as coisas cada vez mais intuitivas para os usuários. E isso se consegue imitando cada vez mais o mundo real, como aconteceu na transição do ambiente texto para um aonde haviam ícones simulando uma mesa de escritório, o famoso desktop gráfico. Isso funcionou muito bem enquanto os computadores eram isolados ou conectados em uma rede local, mas quando o mundo inteiro começa a compartilhar a mesma rede de computadores, o "ambiente computacional" se torna um só, porém as pessoas estão fisicamente distantes. Daí surge a necessidade de unir essas pessoas de uma outra maneira, e para isso nada melhor que o mundo virtual em 3D.

A Linden Labs está atualmente desenvolvendo recursos que permitirão navegar na Web "de dentro" do mundo virtual do Second Life. Este provavelmente se mostrará com o tempo o recurso mais importante já adicionado ao Second Life. Vou explicar o porquê.

Ora, com o crescente uso do Second Life para unir virtualmente pessoas "a negócios", crescerá a necessidade de desenvolvimento de aplicações para Second Life, tal como por exemplo um software de apresentação do tipo PowerPoint que rode dentro do ambiente virtual, para a realização de palestras virtuais.

Uma das maneiras de se fazer uma aplicação completa para SecondLife seria desenvolvendo um complexo "Objeto 3D" com toda a funcionalidade necessária. No caso de um "PowerPoint para SecondLife" esse objeto poderia ser algo parecido com o display virtual oferecido pela Reuters em sua ilha no SL, que se trata de uma espécie de telão que pode ser criado no chão do mundo virtual pelo usuário, para ver as últimas notícias desta conceituada agência. Isso provavelmente vai acontecer no futuro um pouco mais distante, mas, porque não aproveitar as aplicações já existentes na Web 2.0 para apresentações, como o Zoho Show? Basta criar um objeto para navegação na Web e pronto. Qualquer coisa que rode na muito mais popular Web rodará também no SecondLife, e utilizando os recursos dos respectivos sites. Será uma ótima transição para este novo mundo, permitindo navegar colaborativamente na Web da forma mais intuitiva possível até o momento. A Web estará para o SecondLife assim como o DOS estava para o Windows no início dos anos 90.

Eu "previ" isso em 2002, e tenho cada vez mais convicção de que realmente ocorrerá: o óculos de realidade virtual em breve vai se tornar tão essencial quanto o mouse.

Só o que me preocupa é que por enquanto este "browser 3D", cujos servidores são de arquitetura fechada, está nas mãos de uma única empresa, a Linden Labs.

3 comentários:

Anônimo disse...

Relax and enjoy

Casino
viagra
tramadol
cialis

Anônimo disse...

Tramadol, viagra

viagra
tramadol
cialis

Anônimo disse...

Latest news. Viagra, cialis

viagra
cialis
tramadol