Pesquisar este blog

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Computers in every briefcase, in every hand

Estava vendo este novo conceito de Eee PC, o Eee Keyboard, com todas essas conexões e o próprio computador inteiro junto com o teclado, e achei extremamente familiar. Me lembrou os pequenos micro-computadores de 8 bits dos anos 80, como o Commodore 64, que era todo contido embaixo do teclado e se ligava em uma TV comum tal como proposto por esse Eee.

Pois bem... vemos vários conceitos voltando a tona. A própria idéia de netbook como um sistema de configurações pouco potentes feito para acessar recursos da rede mundial e sua computação em nuvem, me lembra os terminais burros.

Na verdade o PC parrudo, grande e isolado substituiu esses outros conceitos porque em casa não havia uma rede, não havia uma Internet, então o PC tinha que ter todo o poder que fosse possível e viável para se ter em casa.

Mas esse modelo se for parar para pensar é um tanto impopular, pois é de difícil manutenção.

Para citar um exemplo, até pouco tempo atrás o usuário comum tinha que lidar com toda a administração de um verdadeiro banco de dados que eram as mensagens de email de clientes como o Outlook.

O resultado é que volta e meia o usuário leigo era obrigado a chamar um técnico para resolver problemas como transferência de mensagens ao fazer upgrade do PC, backup de mensagens, e recuperação de bancos de dados de mensagens corrompidos, que acontecem muito com clientes de email offline.

Hoje em dia o usuário comum usa GMail via web, e toda essa administração fica por conta do pessoal da Google. As mensagens podem ser acessadas de qualquer computador ligado na rede mundial.

Na verdade o modelo de mainframe/terminal era o melhor modelo, mas inviável em casa, e agora a computação em nuvens está possibilitando que esse modelo volte a vigorar, não mais como algo só para empresas, mas também em casa e principalmente na rua, aonde não é mesmo de se esperar equipamentos grandes e pesados.

Nenhum comentário: