Pesquisar este blog

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Retrospectiva 2009 e previsões para 2010

Well... para entender este post primeiro leia as previsões que fiz para 2009 em 2008: http://mugnatto.blogspot.com/2008/12/previses-para-2009.html

Pelo jeito eu me enganei redondamente quando afirmei que "Claro que a crise mundial abala um pouco todo esse otimismo. Mesmo assim não acredito que as coisas irão parar".

Pois pararam. Praticamente nenhuma das previsões que fiz se concretizou. Foi um ano relativamente um tanto parado, muito provavelmente graças a crise, de modo que as minhas previsões para 2010 não passam de repeteco das que fiz para 2009.

Uma coisa que eu excluo é a aposta no Second Life, pois deixei de acreditar até mesmo na Linden Lab, por ela ter estagnado o produto. Praticamente não houveram novidades no cliente SL este ano e não acredito em produtos tecnológicos que estagnam da maneira como este estagnou. Aparentemente a empresa decidiu lucrar só o que der pra continuar lucrando com o conceito atual ao qual seus atuais usuários se apegaram (paranóia de bate-papo e venda de produtos virtuais) e não tem mais aquela visão de "uma plataforma do futuro". Acho que só um milagre salva o Second Life diante disso. Mas por outro lado isso abre espaço para o possível surgimento de uma nova "Google" num futuro talvez não muito distante que talvez faça a coisa acontecer da maneira correta. Afinal o mundo da tecnologia nunca para de dar voltas. Atualização 31/12/2009: Estão me dando muita esperança os serviços de streaming de jogos como Onlive, Otoy e Gaikai. Se se tornarem realidade, poderá haver uma revolução nos mundos virtuais, e espero que o Second Life participe disso...

Por outro lado as coisas que previ para 2009 mas ainda não aconteceram ganharam muita força como "idéia" este ano. Os sistemas operacionais splashtop como o Google Chrome OS devem marcar 2010 tal como previ para 2009.

Em 2009 o tablet netbook chegou a ser lançado com o nome Eee T91, mas ainda não engatou a marcha, o que deverá acontecer em peso em 2010.

Quanto aos vídeos eu acrescento minha aposta no lançamento de um "Youtube Live" com transmissão ao vivo via celular, tal como já fazem serviços como o Qik.com. A proposta não será vendida como "lifecast", que é uma espécie de "big brother" via Internet, mas sim como "gravação de vídeo direto para o Youtube". Uma forma de se gravar um tempo longo de vídeo em boa qualidade mesmo com dispositivos com pouca memória como os celulares, e sem ter que se preocupar em "fazer upload depois para o Youtube", e, de quebra, permitindo que amigos assistam o que está sendo filmado "ao vivo", se o usuário assim desejar. Será que o finado Yahoo Live também retorna das cinzas?

A "guerra de plataformas para web" eu também adio para 2010, embora os players já estejam se armando e se posicionando.

Quanto às "formas de tornar telas pequenas maiores", ainda acho que podem ser a próxima onda dos celulares. Afinal, o que viria depois do iPhone? Os celulares com projetores ainda me parecem promissores.

Quanto à "revolução" do ebook, também tem que ser adiado para 2010. Em 2009 eu diria que pelo menos a idéia foi finalmente aceita pelo público. O que era "absurdo" até 2008, agora não é mais. Todos aceitam mais a idéia de trocar livros de papel por leitores, até pelo argumento ecológico. Então falta só um dispositivo matador.

E o iTunes talvez tenha que se reinventar para fazer frente aos serviços de streaming como o Grooveshark. A compra do Lala.com pela Apple sinaliza que isso talvez ocorra em 2010, e acredito que ocorrerá. Música por streaming é o futuro sem duvidas. A época do download já passou.

É isso. Vamos ver se 2010 retoma as inovações. Feliz natal e ano novo.

Edição: Claro que eu não posso deixar de mencionar, tanto como retrospectiva como previsão, que 2009 marcou o início de uma tendência para as coisas cada vez mais "ao vivo", com o sucesso do Twitter e searchs ao vivo pela Web a fora. Isso deve ser notado.

Nenhum comentário: