Pesquisar este blog

terça-feira, 4 de maio de 2010

Minha pequena coleção de antiguidades da tecnologia

Dei uma organizadinha na minha modesta coleção de coisas que eu tive na época em que eu estava começando a alimentar meu gosto por tecnologia.

Clique na imagem para ampliar. Em cima livros dos anos 80. Esses à esquerda são bem ilustrados e boa parte deles pode ser vista online aqui.

No meio está um CP200, o primeiro computador que eu tive. Não fazia 1/10 do que faz o seu celular, mesmo que seja dos atuais mais simples... Não tinha cores, nem som, mas era possível programar e "modificar a imagem da televisão". Imagine o que era isso numa época em que pouquíssima gente sequer tinha videocassete em casa...

Atrás do CP200 estão fitas cassete com jogos para o TK90x, o segundo computador que eu tive, e que adicionou cores e sons, e foi uma das minhas maiores paixões de todos os tempos.

Embaixo, qualquer um reconhecerá o joystick de Atari, e como este tem o círculo laranja, se nota que é um original norte-americano. Temos também um disquete com o clássico jogo "Lemmings" original e um cartucho de Atari atrás, além de um manual original de uma antiga versão do Microsoft Flight Simulator.

A câmera prateada foi a minha primeira câmera digital. Comprada em 2001 de muambeiro do tipo que levava 30 dias pra trazer, foi certamente uma das primeiras câmeras digitais que a cidade de Brasília viu. Quando eu saía para tirar fotos eu notava pessoas por perto perguntando umas às outras "isso é câmera de vídeo? Como pode tão pequena?", já que câmeras com visores LCD naquela época eram normalmente de vídeo, e eram sempre maiores que uma câmera fotográfica. Só depois de um bom tempo é que começaram a surgir as Sony Mavica, que passaram a serem mais corriqueiras.

À direta está mais um "brinquedo de early adopter". O segundo player de MP3 do tipo "jukebox" (termo em desuso, já que todos os players hoje em dia tem relativamente alta capacidade de armazenamento) que existiu no planeta, o Creative Nomad Jukebox, que eu comprei tempos antes do lançamento do primeiro iPod da Apple. Na época os players portáteis mais costumeiros ainda eram os de CD, e talvez por isso a Creative tenha imaginado que manter um formato com o qual as pessoas estavam acostumadas seria mais vendável...

Nenhum comentário: